24.3 C
São Paulo
15 de novembro de 2018
Image default
Gestão

Planejamento Estratégico: O que é e Como fazer

O futuro na palma da sua mão

Não se engane; a sorte não pode ser um fator determinante para o crescimento da sua empresa, ou quem sabe mesmo um fator! É perfeitamente possível que a sua empresa cresça de forma rápida, porém muito bem estruturada simplesmente usando o planejamento estratégico, que é uma metodologia usada na gestão de empresas para direcionar as ações a serem tomadas.

Antes que você se precipite, o planejamento estratégico deve ser aplicado por empresas de todos os tipos e tamanhos, não só as grandes; também pode ser implantado de forma relativamente barata, ou seja, você simplesmente não tem motivos para não adotá-lo hoje mesmo, seja você profissional liberal, microempresário, média empresa ou empresa de grande porte.

O planejando estratégico ditará exatamente qual a situação da sua empresa hoje, como ele estará no futuro e quais as ações que serão tomadas para se chegar nesse mesmo futuro, tendo algumas informações cruciais, como informações sobre o cenário e a definição de metas e estratégias.

Quer saber como fazer o seu planejamento estratégico? Continue lendo este artigo e responda o questionário abaixo para ter acesso a nossa matriz de planejando estratégico de forma totalmente gratuita.

Iniciando o Planejando estratégico

Para começarmos, você precisa entender qual o viés do seu negócio. Apesar de parecer uma coisa boba, muitos negócios fracassam justamente por não saberem o que são ou não terem foco ou atividade específica. Anote na matriz de planejando estratégico na área da atividade da empresa qual o motivo do seu negócio existir e qual sua atividade chave, isso é muito importante para você economizar recursos e otimizar resultados tanto no presente quanto no futuro.

Ainda na fase inicial, precisamos definir o Ciclo de negócio, que é uma poderosa ferramenta para entender quais são as fontes de entrada e de saída de caixa, podendo assim prever e amenizar períodos de baixa entrada. 

Completadas essas duas fases iniciais do planejamento, podemos passar então para a próxima etapa.

Wishlist de casamento com o sucesso

Agora que já sabemos do que se trata nosso negócio e como funciona o ciclo de negócios dele, está na hora de definir quais serão as metas a serem obtidas. É importante pensar que estas metas serão de fato obtidas pela sua empresa, por isso deixe o egoísmo e a falta de objetividade de lado; ao invés de dizer que você precisa aumentar os lucros da sua empresa, você pode dizer por exemplo que irá aumentar os lucros da empresa em 500%. Seja criativo!

Note que, apesar deste processo se parecer muito com um brainstorm, existem pontos de diferenciação que precisam ser levados em conta como:

  • Você precisa pensar de modo racional. Existem metas que são basicamente contrárias, e que perseguir as duas ao mesmo tempo será um atestado falha para as duas;
  • Ao contrário do brainstorm, os itens obtidos aqui deverão ser descritos com riqueza de detalhes, uma. Vez que serão esses mesmos itens que serão a base do seu planejando estratégico, ter objetivos claros ajuda a pensar na melhor maneira de alcançá-los.

Se você já fez sua lista e está pronto para darmos o próximo passo.

Reconhecendo as “âncoras” do plano estratégico

Agora que já sabemos o que a empresa é e já definimos o que a empresa quer, chegou a hora de entender por que a empresa não consegue alcançar seus resultados esperados. Lembre-se que aqui estamos procurando motivos reais, por isso, poupe clichês como “tá faltando dinheiro…” ou “a equipe está desmotivada…”; quando você se deparar com estes problemas, fragmente-o até encontrar sua real causa (às vezes pode estar faltando dinheiro em caixa porque as vendas estão baixas). Seja analítico e crítico em excesso, pois ignorar qualquer fator aqui poderá diminuir drasticamente a eficiência deste planejamento.

Recolhendo essa informação, é hora de entender os porquês.

Pegue todos os motivos apontados anteriormente e faça para ele uma simples pergunta: Por quê? Isso te fará entender de uma forma global seus maiores pontos de dificuldade, o que é o primeiro passo para superá-los.

Ferramentas que podem te ajudar no processo

Existem algumas ferramentas que podem te ajudar a montar seu planejamento de forma mais fácil. Algumas delas podem parecer difíceis de se utilizar no começo, porém todas são extremamente fáceis e intuitivas. São Elas:

Método S.M.A.R.T

Criado por Peter Drucker, o método foca na eficiência de seu planejamento, dividindo-o em 5 diretrizes, Specific, Measure, Achievable, Relevant e Time-Based, o que no português ficaria respectivamente Específica, Mensurável, Atingível, Relevante e Baseada em Tempo. abaixo você encontra o significado de cada um deles:

  1. Specific: A primeira diretriz diz que o objetivo do planejamento deve ser específico, focado e de fácil entendimento até por quem não faz parte do negócio;
  2. Measure: O objetivo também terá que ser medível, ou seja, terá que ter uma métrica para avisar quando ele foi atingido.
  3. Achievable: O objetivo terá que ser alcançável, possível. Aqui tenho uma ressalva para fazer: Não é porque um objetivo tem que ser atingível, que ele não possa ser ambicioso.
  4. Relevant: Sua meta deve ser relevante para o negócio. Não adianta pensar em aumentar os lucros de uma organização sem fins lucrativos.
  5. Time-based: O objetivo terá que ser medível também por tempo. Não adianta criar objetivos perpétuos pois eles podem com o tempo, tornarem-se maqueáveis ou irrelevantes para o cenário atual do negócio.

GUT ou Matriz de Prioridades

A Matriz GUT é uma ferramenta que ajuda seu negócio a entender  quais são os problemas, priorizá-los e resolvê-los. Essa ferramenta pode ser usada na formação de estratégias de negócios, na gestão de projetos ou em parceria com a Análise SWOT.  A Matriz é composta por 3 elementos que terão que ser pontuados entre 1 e 5, sendo que 1 é a menor importância e 5 é a maior importância:

  • Gravidade: Mostra o Quão impactante é o problema no negócio;
  • Urgência: Mostra a velocidade da qual ele precisa ser resolvido;
  • Tendência: Mostra o quanto ele pode piorar caso não seja resolvido.

5W2H

Esta ferramenta toda gira em torno de 7 perguntas básicas para definir todo o seu plano de ação:

  1. O que(What)?:O que precisa ser feito
  2. Por quê(Why)?:Por quê precisa ser feito
  3. Como(How)?:Como será executada a ação
  4. Quem(Who)?: Quem será o responsável pela tarefa
  5. Quando(When)?: Quanto tempo será utilizado?
  6. Onde(Where)?: Onde será executado?
  7. Quanto(How Much)?: Quanto será gasto

Apresentando o seu Plano Estratégico

Agora que você já tem o plano estratégico pré moldado, está na hora de criar o documento que será a personificação de todo o esforço que você teve até aqui. Aqui, você pode criar alguns slides ou o documento de texto, vai da sua necessidade.
Note que a apresentação, seja em qual formato ela esteja, deverá contar com 3 partes primordiais: Quais são os objetivos do Negócio para o futuro, quais são as estratégias que serão utilizadas para alcançar estes objetivos e quais serão os impedimentos que o negócio encontrará no caminho.

Note que uma vez escrito neste documento, o plano estratégico estará finalmente pronto para ser colocado em prática, porém, isso não significa que ele estará imutável. Você terá que revisar seu plano periodicamente a fim de assimilar nele mudanças na economia e no mercado, mudanças nas leis e até mesmo no funcionamento interno da própria empresa!

Conclusão

Vimos neste artigo que o planejamento estratégico é fundamental para prever quais partes do seu negócio podem ser melhoradas ou ainda quais os próximos passos que você pode dar para otimizar o crescimento da sua empresa, além de quais ferramentas podem ser usadas para facilitar o processo de criação do planejamento estratégico.

Se você ficou alguma dúvida sobre como fazer o planejamento estratégico, ou ainda como colocá-lo em prática, entre em contato conosco pelo whatsapp clicando aqui ou envie um email para contato@viviremarketing.com.br

Related posts

Branding: Como fazer a Gestão da Sua Marca

adriano

4P’s ou Mix de Marketing: Por que você precisa dele.

adriano

Análise SWOT – O que é e Como Fazer

adriano

Deixar um Comentário