24.3 C
São Paulo
15 de novembro de 2018
Image default
Tecnologia

Resultados do Google agora são baseados na localização

O Google anunciou hoje, dia  27 de outubro, que mudará a dinâmica de entrega de conteúdos locais nas pesquisas feitas no mobile, no aplicativo Google para iOS, na busca via Desktop e também no Maps.

Uma vez que segundo o Google, uma em cada cinco buscas é feita para encontrar serviços locais, a mudaça se faz necessária para que as pessoas vejam resultados cada vez mais relevantes. A partir de agora, a busca deixa de ser definida pelo dominio do Google, mas sim pela localização atual do usuário. Ou seja, fazendo suas buscas no Google.com.br (Brasil) ou no Google.com.au (Austrália), os resultados entregues serão os mesmos, definidos pela localização atual de quem fez a solicitação.

como alterar as configurações de local na pesquisa do Google

O Google afirma que, mesmo digitando o ccTLD(Domínio superior do País, .com.br por exemplo) do país que você deseja encontrar serviços, os resultados que serão enviados serão relevantes ao seu país. Para buscar serviços em outro país então, será necessário alterar em suas configurações a região que deseja buscar resultados. “Essa preferência deve ser gerenciada de forma direta nas configurações. Aliás, na secção subalterno da página de resultados de busca, você é possível que ver claramente que serviço de país que você está usar agora”, escreve o Google.

E como isso afetará o seu negócio?

De maneira benéfica, agora os serviços regionais prevalecerão sob os serviços estrangeiros. Ou seja, caso uma pessoa esteja procurando um Coworking, os resultados que aparecerão serão os resultados de Coworkings brasileiros, e não de outros países do mundo como acontece hoje. Essa é a oportunidade perfeita para os profissionais destacarem serviços com pouca concorrência no Brasil, ou para mercados hoje predominantemente dominados por conteúdos estrangeiros.

E você, acredita que a nova forma de apresentar resultados do Google é boa ou ruim para seus negócios?

Related posts

A renovação das AMP: renove seu compromisso com os dispositivos móveis

adriano

Por que empresas B2B precisam investir em pesquisa de marketing de conteúdo

adriano

Tendências para 2019 – DataArt prediz que Blockchain irá além de suas origens para criar industrias do futuro

adriano

1 comentário

Arthur Gonçalves 2 de fevereiro de 2018 at 18:47

Muito bom conteúdo. Parabéns!

Responder

Deixar um Comentário