O Manual do SEO: Otimizando seu Site

//O Manual do SEO: Otimizando seu Site

O Manual do SEO: Otimizando seu Site

Você sabe o que é SEO?

Você  com certeza já se deparou com o fato de não encontrar seu próprio site no google. Isso é normal, eu mesmo já tive a ilusão de que apenas criar um site já era o suficiente para que o Google despeje leitores nos meus sites, porém com o tempo percebi que isso dificilmente iria acontecer.

Porém, a internet é um ambiente democrático que qualquer um de nós pode ser o primeiro site a aparecer nos buscadores. E com os passos que irei mostrar a seguir, você vai ver como é fácil.

 

Antes de Tudo: O que é SEO?

SEO Bruce ClaySEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou otimização para ferramentas de busca.  De acordo com o site Wikipedia , SEO “é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) nos sites de busca gerando conversões, sejam elas, um lead, uma compra, um envio de formulário, agendamento de consulta e outros.”

Ou seja, SEO é tornar seu site amigável para os mecanismos de busca.

 

Mecanismos de busca? E os leitores?

 

Os Mecanismos de busca procuram trazer conteúdo relevante para seus usuários, então, a otimização SEO até certa parte tambémotimiza o conteúdo para os leitores.

 

Por que Fazer SEO?

Fazer com que nossos conteúdos, produtos e serviços sejam encontrados mais facilmente pelos clientes em potencial. Quanto melhor a posição do seu site no Google, maior a visibilidade do seu negócio. Por consequência, menor o custo por Lead.

Menor o Gasto com ADS. Você foca seu dinheiro em campanhas estratégicas e deixa o trafego orgânico fazendo o trabalho pesado.

Antes de qualquer coisa…

Para iniciar nossa estratégia SEO, precisamos entender o que é SERP Rank.

De acordo com o site Marketing de Busca, SERP é:

“(…) termo técnico para representar as páginas que exibem os de resultados em uma busca. São chamadas de Search Engine Results Page ou em portugês Página de Resultados de Busca. (…) variam conforme as palavras-chave e são compostas normalmente por resultados naturais (…). As SERPs contêm o título da página com link, duas linhas com uma descrição ou texto relacionado a palavra-chave(…).”

ou seja: SERP são as páginas de Resultados de Buscadores como o Google, Bing, Yahoo, etc…

As SERPs São influenciadas por alguns fatores básicos; como alguns são bastantes complexos e requerem uma abordagem mais técnica, vamos tratar de duas em especial aqui:

Quantidade de Palavras: De acordo com Brian Dean neste artigo, os artigos na primeira página do Google tem em média 1890 palavras. Exercite seu vocabulário.

Backlinks: São links de apoio para o seu conteúdo. O blog Marketing de conteúdo fala um pouco mais a respeito deles.

 

Como colocar o seu site no numero 1 do Google! (Ou quase isso)

Agora que tudo está devidamente explicado, podemos começar a nossa otimização SEO. A Título de explicação, nossa otimização terá 4 fases: Velocidade de carregamento, Otimização Técnica, Pesquisa de Palavras-Chave e Criação de Conteúdo.

 

  • Diminuir o Tempo de Carregamento do Site:

O Tempo de carregamento do site é um dos fatores primordiais para sua posição nas Ferramentas de busca. Pesquisas também apontam que o Tempo máximo que uma pessoa espera um site carregar é de menos de 05 segundos. Esteja abaixo disso se quiser que as pessoas leiam seu site.

É necessário esclarecer uma informação aqui; o Google não recompensa sites rápidos, porém ele penaliza sites demasiadamente lentos. Por isso tome cuidado com a quantidade de códigos JavaScript que seu site carrega dentro da tag <head>, imagens demasiadamente pesadas e os códigos desnecessários.

Você pode verificar a velocidade do seu site de algumas formas. Nós recomendamos que você use o PageSpeed Insights do google e o GTMetrix para testar o tempo real de carregamento.

  •  Faça a otimização técnica do seu site

Existem alguns problemas que podem impedir a indexação do seu site, como problemas de  rastreamento ou do site em si.

Para detectar esses erros, conecte seu site com o Google Search Console.

Na imagem A, Você vê a análise de rastreamento. Caso os 3 itens estejam com símbolos verdes, parabéns, seu site está nos conformes. Caso esteja vermelho, é interessante que você leia este link.

O Próximo passo é checar os erros do site. É normal que seu site tenha alguns erros, e por isso você não terá que corrigir tudo. Só fique atento a paginas com Muitos erros.

  • Pesquisa de Palavras-Chave

Aqui nós começamos a entrar na essência do marketing.

Você vai fazer uma pesquisa de mercado para validar as palavras-chave que vai trabalhar nos textos do seu site ou encontrar novas palavras.

É interessante que a essa altura você já tenha feito uma pesquisa anterior para validar o assunto do seu site.

Vamos apresentar aqui 05 ferramentas para você procurar suas palavra-chave.

  1. Google Adwords Keyword Planner – A Ferramenta mais conhecida do mercado para validação de Keywords. Aqui você recebe a quantidade de pesquisas feitas no Google. Se você não tem campanhas do Adwords rodando, o Keyword Planner vai te dar numeros aproximados do valor real de pesquisas, mas mesmo assim, vale a pena usar a ferramenta.
  2. Google Trends – Aqui temos um medidor de popularidade de termos. Nele conseguimos comparar quais os termos mais populares entre si, em diferentes localidades ou até mesmo saber quais os termos mais falados em determinados mercados.
  3. Übbersuggest – Melhor ferramenta para coletar termos Longtail. Você insere uma ou mais palavras-chave e o site te dá uma variedade impressionante de termos que você pode explorar.
  4. Google Search Console – Se você conectou o seu site com o GSC, você consegue nele detectar quais os termos que o seu site já está ranqueado no Google. Porque procurar novas palavras quando você pode se fortalecer com as que já te colocaram no jogo?
  5. SEMrush – A ferramenta queridinha dos profissionais, aqui você consegue saber quais as palavras-chave que seus concorrentes estão posicionados. Muito interessante para quem sabe quais os seus concorrentes diretos ou para quem está entrando no mercado e não tem muitas idéias de quais palavras vai usar.
  • Criando um conteúdo Otimizado

O Conteúdo também é extremamente importante para você que quer posicionar bem o seu site nos buscadores. Para tal, alguns cuidados são necessários:

  1. Faça conteúdo Prático. Os leitores preferem sempre conteúdo prático. O especialista em marketing viral Dr. Jonah Berger diz em sua pesquisa que o conteúdo prático viraliza em até 34% mais em comparação à conteúdo não prático.
  2. Poste menos conteúdo. Ao invés de escrever 500 posts de 50 palavras cada, escreva 5 de 2.000 palavras. O Google adora textos que entreguem  conteúdo relevante, e é muito mais interessante um texto maior que explica direito o que está se propondo, do que um texto enxuto que não diz nada com nada.
  3. Lembra que eu disse sobre 1890 palavras? Então, é isso mesmo. Textos de aproximadamente 1890 palavras  são os campeões de posicionamento do Google.
  4. Escrevam subtítulos que entreguem valor. É muito bom escrever subtítulos que são basicamente palavras chave. O seu leitor vai entender. Mas porque não escrever mais? Dê uma dica do que você vai falar naquele bloco de texto.
  5. Novamente falando do Brian Dean,  ele ensina uma formula muito boa para criar introduções para seus artigos, a formula APP. Outro dia eu escrevo um artigo mais específico sobre ela, mas em um modulo básico a formula APP consiste em mostrar para o seu Leitor que entende seus problemas (AGREE), Criar expectativa e mostrar um caminho mais fácil do que o conhecido pelo mercado (PROMISE), e por fim sem rodeios mostrar do que se trata o post(PREVIEW).
  6. Invista em Bucket brigades. Não sei se existe um termo em português para essa técnica, mas as bucket brigades são frases e palavras usadas como finalizações  que incentivam os leitores a continuar lendo o texto.
  7. Invista em infográficos. O BuzzSumo constatou que os conteúdos que contém infográficos são em média compartilhados 2.3 vezes mais. E alem do mais, os infográficos podem ser usados na divulgação do seu conteúdo no Pinterest.
  • Otimizando o SEO InSite

Tenho em vista que se você chegou até aqui, seu conteúdo provavelmente já está escrito, vamos cuidar o SEO InSite.

O SEO Insite é uma técnica que ajuda as ferramentas de busca a entender sobre o que se trata seu conteúdo. Algumas delas são:

  1. Use a URL pequena e com a sua palavra chave. Deixe para explicar as coisas na meta-descrição, no blocos de texto ou nos subtítulos.
  2. Insira sua palavra-chave entre as 100 paginas do seu artigo. Mas cuidado para não inserí-la em excesso. Cuidado com o Keyword Stuffing.
  3. Adicione Links externos ao seu blog. O Google gosta de ver a troca saudável de links entre páginas (Não esqueceu dos Backlinks, né?).

Conclusão

As dicas que passamos neste artigo sejam de grande ajuda para quem está com dúvidas de como inserir seu conteúdo no Google. É importante que você não apenas siga as informações, mas também estude bastante sobre SEO.

Tenha em mente que qualquer site na Internet pode fazer SEO, porém, ter um site montado em algum CMS ajuda e Muito as coisas. É interessante fazer seu site  e blogs com a plataforma WordPress. Além da comunidade muito prestativa, ele tem ótimos Plugins que auxiliam no SEO, tal como o YOAST SEO e o SQUIRRLY.

Participe de nossa comunidade deixando seu comentário aqui abaixo ou dizendo o que achou dele no nosso Whatsapp.

Até a Próxima!

By |2018-11-09T14:59:04+00:00junho 1st, 2017|Marketing|0 Comentários

Sobre o Autor:

>