Viviré Marketing https://viviremarketing.com.br Tudo o que você precisa saber para sua empresa decolar Wed, 16 Jan 2019 00:30:35 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.0.3 https://viviremarketing.com.br/wp-content/uploads/2018/07/cropped-logo-vivire-fundo-1-32x32.png Viviré Marketing https://viviremarketing.com.br 32 32 O Guia Numero 1 de Como Criar um negócio Online do Zero https://viviremarketing.com.br/negocio-online-do-zero/ https://viviremarketing.com.br/negocio-online-do-zero/#respond Tue, 04 Dec 2018 03:34:17 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=22641 Eu participo de alguns grupos de estudos focados em negócio online para empreendedores, e a grande dúvida da maioria das pessoas que compõem estes grupos é “Como eu posso criar um negócio totalmente online do zero?”

Eu as entendo.

Seja pela Qualidade de vida, seja pela autonomia ou ainda pelo desafio de ser um empreendedor, cada vez mais pessoas estão procurando meios de como abrir seu próprio negócio.

Mas você sabe o que é um Negócio Online? E sabe qual sua diferença do Negócio Físico?

A Resposta é bem simples: O Negócio Online é um negócio igual a qualquer outro, mas com potência de crescimento Ilimitado.

Sim, você não leu errado: No Negócio Online, seu potencial para vender e ganhar dinheiro depende apenas de você e do seu produto.

E por quê eu digo isso?

Simples, por que é a verdade.

Imagine quantas pessoas você pode alcançar montando uma loja em uma rua movimentada?

Entre 10 a 20 pessoas se a sua loja for igual a todas as outras.

Até 50 pessoas se a sua loja tem algum diferencial visual.

No máximo 150 pessoas se você tem uma loja excepcional.

Isso por mês, dá cerca de 4500 pessoas. Se você conseguir atender todas pessoas pessoas, você estará rico, certo?

Errado.

No negócio Físico você tem o custo com todos os colaboradores que precisam atender esses clientes, que para atender 150 pessoas por dia será um numero elevado de funcionários;

Além deles, você precisa pagar o aluguel – Caso o Imóvel não seja seu.

Além disso, temos os custos gerais de infraestrutura como Aguá, Luz, Sistemas, Equipamentos, Internet e tudo mais que você precisa pagar para um perfeito funcionamento.

Sim, já ficou bem caro né? Então nem vou citar o custo de manter um estoque, caso seu negócio precise… E vai.

Isso para atender 4500 pessoas e para quem tem um negócio de verdade, sabe que este número é um chute quase impossível.

Tudo isso muda com um negócio online.

Sim, pois no online você não está limitado ao seu ponto físico; Se meu cliente quiser comprar de mim em outro Estado ou mesmo outro País, ele não precisa pegar um avião e enfrentar uma viagem de horas – Ele pode viajar com um clique, comprar o que quiser e seu produto pode ser enviado via entregadora… ou via email!

Sim, meu custo com pessoas para atendimento cai bastante, não tenho tanto gasto com infraestrutura e posso atender quantas pessoas eu conseguir, o que pode chegar a 4 Bilhões se for um negócio internacional ou 116 milhões se falarmos de Brasil.

É um número bem generoso, não acha?

Bom, parece uma maravilha, não é?

Sim, parece.

Mas como eu disse logo no começo do Texto, um negócio online não deixa de ser um negócio.

Todo o trabalho árduo e resiliência permanecem fatores principais para se ter um negócio de sucesso.

Some isso ao fato de que existem conhecimentos necessários para se trabalhar com internet que são bem mais específicos, uma vez que as pessoas tem um comportamento diferente atrás de um computador.

Por isso, para todos os empreendedores digitais, fica aqui meu aviso: Gostem muito de Estudar, e sejam antes de mais nada, entendedores de pessoas(eu explico isso mais para frente).

Dadas as devidas apresentações, a partir de agora eu apresentarei o modelo passo a passo de como iniciar um negócio online do zero, e começar a ganhar uma fatia dessas pessoas que acessam a internet todos os dias e estão morrendo de vontade de te dar dinheiro…

 

Primeiro Passo: Desenvolva o MindSet Empreendedor

Você conhece alguém que sofre da Síndrome de Hardy? Para quem não está familiarizado com esta doença, ela atinge uma fatia considerável da População.

Hardy Har Har era uma hiena que era companheiro inseparável do Leão Lippy, e que tinha como Bordão a Frase “Oh Céus, Oh Vida, Oh Azar”.

Hardy era extremamente inteligente, mas tinha como principal característica a incapacidade crônica de ver o lado bom das coisas. No Fim, para ele tudo iria dar errado.

Mas o que a Síndrome de Hardy tem a ver com o Mindset Empreendedor? Tudo.

Desenvolver uma mentalidade voltada para:

  • O aprendizado;
  • O planejamento;
  • A gestão de riscos;
  • O autoconhecimento;
  • O comprometimento com suas atividades;
  • A comunicação, ao relacionamento;
  • A quebra de paradigmas;
  • O desenvolvimento.

Esta mentalidade blinda você da Síndrome de Hardy, e faz o seu negócio prosperar cada dia mais!

Mas o que afinal é o MindSet Empreendedor?

O Mindset Empreendedor é:

  • A Capacidade de Programar sua mente para Arriscar e encontrar novas formas de fazer  negócios,
  • Ter resiliência (capacidade de uma pessoa lidar com seus próprios problemas, vencer obstáculos e não ceder à pressão);
  • Ter a capacidade de executar seus projetos de forma rápida e assertiva e com capacidade adaptiva.

Ou seja, em constante melhoria. Veja este video para entender melhor e saiba como você pode desenvolver este Mindset.

Segundo Passo: Escolhendo um Nicho de Mercado

Assim como quase tudo na vida, o Mercado também tem segmentos fracionais bastante específicos enquanto sua formação.

São elas:

Marketing de Massas – Quando suas ações estratégicas desconsideram as diferenças entre as pessoas e oferecem seus produtos para todos sem distinção;

Marketing Segmentado – Divide o mercado por Características em comum entre os seus indivíduos e foca nesses atributos para basear sua estratégia;

Marketing de Nicho – Leva em consideração ainda mais características em comum dos indivíduos, baseando sua estratégia em um grande numero de características em comum;

Marketing One-to-One – Estratégia Personalizada para um único individuo, preservando todas as suas características e preferencias na hora de efetuar um atendimento.

Na internet, podemos trabalhar com os 3 tipos de Marketing, porém, com certeza o que tem maior custo benefício para quem está começando um negócio do zero é o Marketing de Nicho.

Utilizando os nichos,  você consegue ter maior efetividade na comunicação, um maior ROI (retorno de investimento) e um melhor controle na comunicação destas pessoas.

Por isso, este é o momento de escolhermos um Nicho para iniciarmos nosso primeiro negócio online.

Muitas pessoas escolhem por afinidade ou por lucratividade, mas a grande verdade é que os melhores nichos são aqueles que unem Demanda e Rentabilidade.

Um negócio online precisa estar em um segmento rentável?

A resposta para essa pergunta é SIM!

Existem muitos segmentos que são excelentes pois tem alta demanda, ou seja, todo mundo procura por aquilo.

Mas alta demanda nem sempre é alta lucratividade e converter vendas em Nichos onde as pessoas não cogitam comprar produtos é muito mais difícil para um iniciante.

Sem contar que quanto maior a demanda, normalmente é maior a concorrência, o que aumenta consideravelmente o investimento.

 

 

 

Este Artigo está em construção. Ajude-nos enviando dicas, sugestões e dúvidas para o nosso Whatsapp, clicando neste link.

 

]]>
https://viviremarketing.com.br/negocio-online-do-zero/feed/ 0
Aplicativo bloqueado pela segurança do java: NFe dicas https://viviremarketing.com.br/aplicativo-bloqueado-pela-seguranca-do-java-nfe-dicas/ https://viviremarketing.com.br/aplicativo-bloqueado-pela-seguranca-do-java-nfe-dicas/#respond Tue, 20 Nov 2018 00:30:21 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=22489 Algumas pessoas andam tendo problemas quando o assunto é a emissão de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), uma vez que o programa gratuito disponibilizado pelo SEBRAE utiliza o Java, uma plataforma bem famosa para computadores, o que costuma gerar certa dor de cabeça para os que não estão tão familiarizados com ele.

Após a identificação do causador do problema, a solução é muito simples. Para ajudá-lo, nós da Viviré Marketing estamos disponibilizando 2 dicas para solucionar os casos mais comuns da mensagem “Aplicativo bloqueado pela segurança do java”

Atualizando o JAVA

Para que o Java funcione de forma segura e correta, é necessário mantê-lo sempre seguro e atualizado, e a forma mais fácil de fazê-lo é baixar a última versão direto do site oficial da plataforma.

logo java

  1. No seu navegador web preferido, vá para a URL https://www.java.com/pt_BR/
    atualizando o java para uma versão mais recente
  2. Quando a página carregar, clique no botão Download Gratuito do Java
    atualizando o java para uma versão mais recente 2
  3. Agora, o site detectará automaticamente qual a melhor versão do Java para o seu computador, confira se os dados apresentados estão certos e clique em concordar e iniciar o download gratuitoatualizando o java para uma versão mais recente 3
  4. Com o arquivo baixado, clique duas vezes para executar. Neste momento abrirá a tela abaixo. Basta apenas clicar em Instalar.
    atualizando o java para uma versão mais recente 4
  5. Após isso, a instalação estará concluída e você já irá possuir a versão mais atual do Java em seu computador.
    atualizando o java para uma versão mais recente 5

Adicione uma exceção ao site do SEBRAE

Caso o problema não seja resolvido atualizando a sua versão do Java e o programa continue apresentando a mensagem Aplicativo Bloqueado pela Segurança do Java, adicione uma exceção ao site do SEBRAE, inserindo a URL informada (http://conteudo.sebrae.com.br) nas configurações de segurança do Java.

problema java bloqueado nfe

Para adicionar uma exceção de segurança no Java:

  1. Abra o Explorador de arquivos e, na Barra de endereços, digite Painel de Controle.problema java bloqueado nfe (2)
  2. Caso o Painel de controle exiba ícones agrupados por Categoria, clique em Exibir por e selecione Ícones grandes.
    problema java bloqueado nfe (3)
  3. Agora, clique no ícone do Java.
    problema java bloqueado nfe (4)
  4. Abrirá uma nova janela. Selecione a aba Segurança e clique no botão Editar Lista de Sites…
    problema java bloqueado nfe 2
  5. Na lista, adicione uma exceção de segurança para o Local informado na mensagem de Aplicativo Java Bloqueado e pressione a tecla [Enter].
  6. Ao pressionar a tecla [Enter], o Java poderá exibir uma mensagem de advertência quanto ao protocolo utilizado pelo Sebrae-SP para distribuir o Emissor. Clique em Continuar para confirmar a exceção de segurança.
    problema java bloqueado nfe 4
  7. Ao confirmar a exceção de segurança, clique em Ok para fechar a janela. Voltará ao Painel de Controle Java. Note que o Painel exibirá a URL adicionada em Lista de Exceções de Sites. Clique em Ok para fechar o Painel de Controle Java.
    problema java bloqueado nfe 5
  8. Agora, ao executar o Emissor NF-e, o Java substituirá a mensagem de bloqueio por uma mensagem de advertência, permitindo que você execute o Emissor. Marque a caixa Eu aceito o risco e desejo executar este aplicativo para executar o Emissor.
    problema java bloqueado nfe 6
    Durante a primeira execução do Emissor, o Firewall do Windows poderá solicitar que você adicione uma exceção ao programa para permitir que o Emissor conecte-se à Internet. Marque ambas as caixas (Redes privadas e Redes públicas) e clique em Permitir acesso.problema java bloqueado nfe 7

Conclusão

Os problemas de execução do Java são frequentes e em sua maioria fáceis de resolver, normalmente atualizando a versão do Java contida no seu computador ou adicionando o site do SEBRAE às fonte conhecidas.
Mas fica o aviso: Tome cuidado ao adicionar sites como confiáveis na plataforma, pois caso você insira sites não conhecidos, poderá ter sérios problemas de segurança no seu computador.

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentários nesta postagem ou manda um Whatsapp pra gente! Clique no botão abaixo e envie suas mensagens. Teremos o maior prazer em respondê-lo.

Mande sua mensagem agora mesmo

]]>
https://viviremarketing.com.br/aplicativo-bloqueado-pela-seguranca-do-java-nfe-dicas/feed/ 0
O Foursquare agora pode medir o impacto de anúncios de TV em visitas à loja off-line https://viviremarketing.com.br/o-foursquare-agora-pode-medir-o-impacto-de-anuncios-de-tv-em-visitas-a-loja-off-line/ https://viviremarketing.com.br/o-foursquare-agora-pode-medir-o-impacto-de-anuncios-de-tv-em-visitas-a-loja-off-line/#respond Thu, 08 Nov 2018 16:33:20 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16275 Os profissionais de marketing gastam mais de US $ 70 bilhões em publicidade de TV tradicional ou “linear” nos EUA anualmente. Mas qual é o ROI de um comercial de TV? Os profissionais de marketing tentam responder a essa pergunta há anos.

Agora eles podem. Os dados de localização móvel permitem que os profissionais de marketing avaliem o impacto off-line de mídias digitais e tradicionais. Na última categoria, rádio, mala direta e TV podem ser rastreadas até a loja e até o ponto de venda (PDV).

A mídia digital pode ser igualmente rastreada até a loja e o POS, com o Google, o Facebook e outras plataformas cada vez mais disponibilizando esses dados para os profissionais de marketing.

Parceria com a Inscape

Agora existem várias empresas que fazem medições de TV para armazenar, incluindo Placed, PlaceIQ, Simplifi e NinthDecimal. O Foursquare se junta a eles através de uma parceria com a Inscape, que é de propriedade da fabricante de TV Vizio.

O Foursquare, que tem uma audiência de 70 milhões de consumidores, diz que a expansão do Attribution by Foursquare permite medir “as afinidades do público, a fidelidade do visitante e a frequência de exposição ideal” para a propaganda na TV.

“Medição determinística”

O Foursquare corresponderá a exposição de anúncios de TV a dispositivos móveis no total e a Koo “determinará de forma determinante o impacto da publicidade na TV. . . cada etapa da jornada individual do consumidor. ”Embora isso possa não capturar totalmente o impacto da marca na TV, é uma medida melhor da eficácia dos anúncios para TV do que as classificações da Nielsen.

Além da medição de canal único, o Foursquare diz que fará a atribuição multi-touch e avaliará o impacto combinado de mídia digital, social e marketing de busca. A empresa acrescenta que os consumidores expostos a uma combinação de TV linear e unidades digitais 2X as visitas à loja off-line em comparação com aqueles expostos a apenas um canal.

Por que isso é importante para os profissionais de marketing

A inteligência de localização gradualmente se tornou mais popular nos últimos anos. No entanto, muitos profissionais de marketing ainda não estão aproveitando esses recursos para obter uma visão mais precisa e completa do impacto da publicidade em suas lojas locais, onde mais de 90% dos dólares dos consumidores são gastos (produtos e serviços).

TV conectada e OTT são rastreáveis. Adicionar TV linear a essa mistura significa que quase todas as campanhas de vídeo on-line e off-line serão mensuráveis. Com o tempo, a disponibilidade desses dados terá um impacto profundo no planejamento e orçamento de anúncios de TV.

 

Fonte: Marketing Land

]]>
https://viviremarketing.com.br/o-foursquare-agora-pode-medir-o-impacto-de-anuncios-de-tv-em-visitas-a-loja-off-line/feed/ 0
4 passos para encontrar uma verdadeira percepção humana sobre o seu público https://viviremarketing.com.br/4-passos-para-encontrar-uma-verdadeira-percepcao-humana-sobre-o-seu-publico/ https://viviremarketing.com.br/4-passos-para-encontrar-uma-verdadeira-percepcao-humana-sobre-o-seu-publico/#respond Wed, 07 Nov 2018 20:55:50 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16261 Os dados são importantes. Ele pode dizer muito sobre seu público-alvo, como dados demográficos (urbanites de 18 a 24 anos), hábitos (a Geração Z usa mídias sociais uma média de X vezes ao dia) e tendências (pagamentos móveis aumentaram X% ).

No entanto, há um lado do seu público que os dados por si só não podem explorar: o que exatamente faz os seres humanos, bem, humanos. As pessoas no seu público-alvo têm desejos, desejos, necessidades, medos, emoções e ideias que não podem ser medidas com números e estatísticas.

Ao explorar esse lado do seu público, você pode descobrir uma percepção humana ou uma verdade fundamental que está motivando o comportamento das pessoas. Essa percepção pode ajudar você a criar e comercializar produtos e serviços que satisfaçam as necessidades e os desejos de seu público e se encaixem em suas vidas.

Aqui estão quatro etapas que você pode seguir para encontrar uma percepção humana genuína e moldar sua estratégia de público.

1358_inline_4_Human-Insights_1.width-1000
Etapa 1: crie uma amostra de público

Mesmo o público alvo mais restrito pode incluir diferentes tipos de pessoas, com cada grupo tendo seus próprios desejos, necessidades e emoções. E simplesmente não existe uma percepção humana de tamanho único.

A primeira coisa que você deve fazer é dividir seu público em segmentos e escolher um para se concentrar. Por exemplo, uma marca de sabão em pó pode segmentar seus clientes em pais, estudantes universitários e moradores de cidades individuais e decidir se concentrar no segmento pai primeiro.

Encontre uma seleção de pessoas que representam seu segmento, chamada de público-alvo. Isso deve incluir pelo menos 15 pessoas que cobrem um amplo espectro de seu segmento de clientes. A marca de detergentes pode incluir pais de bebês, pré-adolescentes e adolescentes.

Adicione alguns “curingas” lá também (como um pai cujo filho de 30 anos se mudou para casa ou um pai com 10 filhos). Eles podem revelar novas maneiras de usar seu produto ou dizer por que não o usam.

Etapa 2: observe seu público

Veja como seu público de amostra usa seu produto em seu ambiente natural. Isso pode acontecer em casa, no trabalho ou no deslocamento diário. Este é um passo de pesquisa incrivelmente importante, pois pode revelar comportamentos subconscientes.

Quando você observa uma emoção – mesmo uma sutil, como uma faísca em seus olhos, uma reação apaixonada, ou um momento de leve decepção – sondar aqueles. Faça perguntas muito específicas sobre o que deixou alguém animado ou desligou-as. Quanto mais específico você for, mais perspicaz será a resposta deles.

A marca do detergente, por exemplo, pode notar um momento de excitação ou calor quando uma pessoa que lava a roupa abre a porta do secador, absorvendo o cheiro fresco de roupa limpa. Ao investigar e fazer perguntas pontuais, a marca pode revelar uma conexão emocional mais profunda com a lavanderia que pode moldar sua abordagem de marketing.

1358_inline_3_Human-Insights_1.width-1000Etapa 3: Encontre a tensão

Procure um problema ou desejo de que seus produtos ainda não sejam atendidos por seu público-alvo. Comece usando as observações de seu público para descobrir com o que seus clientes se importam, onde sua categoria é influenciada e qual o papel que seu produto desempenha.

Por exemplo, o público da marca de detergentes pode se preocupar com a saúde de suas famílias e ser bons pais. A categoria de cuidados pessoais da marca também mantém famílias bem cuidadas. E o produto da marca de detergentes mantém as roupas limpas e limpas.

Em seguida, observe o contexto em que seu segmento de público-alvo usa seu produto. Que estágio da vida, hora do dia ou época do ano eles usam? Existem atividades específicas, eventos ou outras variáveis ​​que coincidam com ou causam a sua utilização? Como seu público pode se sentir durante esses horários e atividades? Pense no que eles querem que seu produto os ajude a alcançar e que emoções isso possa provocar neles. Essa é a tensão.

A marca dos detergentes pode se deparar com essa tensão: os pais querem que seus filhos se sintam livres para serem eles mesmos, correrem e aproveitarem o tempo no parquinho sem se preocuparem com a sujeira, mas se sintam incomodados com a lavagem das roupas.

1358_inline_4_Human-Insights_1.width-1000Etapa 4: criar e testar hipóteses

Em seguida, formule hipóteses sobre como seu produto, serviço ou marketing pode ajudar a aliviar essa tensão para seu público.

A marca de detergente pode perceber que sua embalagem é volumosa e pesada. Ele também observa que a vida de seu público é agitada e repleta de recados. A marca hipotetiza que mudar sua embalagem para apresentar um dispensador menor e um design mais compacto dará aos pais a impressão de que o dia da lavanderia é mais fácil e uma de suas tarefas menos estressantes.

Teste e refine suas hipóteses com grupos de foco, pesquisas e outros métodos. Digamos que a marca de detergentes testou sua embalagem mais compacta. Mas ficou surpreso ao ouvir grupos focais frustrados e dizer que mudar o design da garrafa de detergente não faria muita diferença. A marca descobre que o aborrecimento dos pais com tarefas como a lavanderia tem uma raiz mais profunda: eles geralmente sentem que não têm controle sobre suas vidas agitadas. Então, até mesmo o menor momento de controle aumenta muito o humor deles. Há sua visão.

A partir disso, a marca pode se concentrar em uma solução que pode dar aos pais esse momento de organização e controle: pequenas e convenientes embalagens de detergente que podem rapidamente cair em uma carga de roupa sem confusão ou problemas. Eles também podem desenvolver uma estratégia de marketing que é fundamentalmente sobre liberar tempo para os pais – reduzindo um elemento de suas vidas agitadas.

Observando uma amostra de audiência, encontrando uma fonte de tensão e testando suas hipóteses, você pode chegar a uma verdadeira percepção humana.

 

Fonte: Think with Google

]]>
https://viviremarketing.com.br/4-passos-para-encontrar-uma-verdadeira-percepcao-humana-sobre-o-seu-publico/feed/ 0
A renovação das AMP: renove seu compromisso com os dispositivos móveis https://viviremarketing.com.br/a-renovacao-das-positivos-moveis/ https://viviremarketing.com.br/a-renovacao-das-positivos-moveis/#respond Tue, 06 Nov 2018 23:37:02 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16235 O compromisso do Google com a experiência do usuário do consumidor móvel se mostrou inflexível; hoje, as marcas que não priorizam a navegação via celular estão perdendo várias oportunidades.

No verão de 2016, o Google compartilhou conosco que 40% dos consumidores estavam deixando páginas que demoravam mais de 3 segundos para serem carregadas. Isso obviamente apresentou um grande problema para os varejistas dos EUA, especialmente porque o tempo médio de carregamento da página naquele ponto era mais que o dobro desse limite, em 6,9 segundos.

Melhorar essas velocidades de página foi o ímpeto por trás da AMP, a iniciativa Accelerated Mobile Pages, patrocinada pelo Google, que foi lançada em outubro de 2015 com um punhado de parceiros de empresas de tecnologia. Em 24 de fevereiro de 2016, o Google integrou oficialmente as listagens de AMP em seus resultados de pesquisa para celular e, hoje, você encontrará AMP em mais de 25 milhões de domínios.

AMP continua a evoluir. Recentemente, o Google disse que há “mais de 700 pessoas contribuindo com mais de 10.000 commits em muitos milhões de sites”, e a AMP está adotando um “modelo de governança aberta”. Por seu lado, o Bing finalmente anunciou o lançamento do visualizador do Bing AMP, permitindo Pesquisadores móveis do Bing acessam páginas ativadas por AMP a partir dos resultados da pesquisa.

Ao olhar para 2019, você deve considerar a compatibilidade com dispositivos móveis em geral, e as AMPs em particular, em todos os aspectos de seu marketing. Isso envolve mais do que formatar o conteúdo para renderizar corretamente em uma tela menor. Existem recursos específicos de AMP para serem aproveitados nas SERPs. É a única maneira de aparecer em um carrossel de notícias principais, por exemplo. Dada a iminente temporada de compras de fim de ano, não há tempo como o presente para renovar seu compromisso com o celular.

Neste artigo, explorarei três áreas específicas de foco para melhorar sua estratégia para dispositivos móveis:

 

Local

A pesquisa da BrightEdge descobriu que, desde o ano passado, 57% de todo o tráfego online dos EUA vem agora de smartphones e tablets.

O tráfego de dispositivos móveis e sem fio será responsável por mais de 63% do tráfego total de IPs até 2021, de acordo com a Cisco. O mundo está on-line e a maioria das pessoas no planeta está usando dispositivos móveis para encontrar respostas para suas necessidades imediatas.

Quando se trata de conteúdo local, o uso de dispositivos móveis é ainda mais predominante, já que 30% das consultas em dispositivos móveis são baseadas em localização. Pesquisadores móveis demonstram grande intenção de comprar também; 76% das pessoas que realizam pesquisas “perto de mim” (quer usem ou não esse termo real) visitam uma empresa local em um dia, de acordo com a pesquisa Think With Google. Além disso, 28% dessas pesquisas resultam em uma compra.

Para marcas nacionais, 85% de todo o envolvimento ocorre em ativos de mídia locais, como páginas de destino locais. Como você pode aproveitar as oportunidades locais para celular, seja para sua empresa de local único ou para centenas de locais em todo o país?

Use dados de localização para segmentar clientes.

50% das marcas já estão fazendo isso. Você precisa entrar no jogo e ainda há espaço para superar os concorrentes locais que têm sido mais lentos na absorção.

Limite seu raio de marketing local.

Os consumidores viajarão mais longe para compras menos frequentes, como roupas ou consertos de automóveis, mas 93% normalmente viajam 20 minutos ou menos para suas necessidades gerais de compras. De acordo com a Associação de Pesquisa Local, “os consumidores urbanos, que representam 83% de todos os compradores, preferem distâncias ainda menores, com 92% viajando 15 minutos ou menos…. Assim, as empresas locais devem ajustar seu alcance de marketing para dar conta do pequeno raio de seu público. No entanto, esse público pode incluir moradores locais, passageiros que trabalham nas proximidades ou viajantes de fora da cidade. Portanto, lembre-se de que a distância se torna relevante no momento micro em que surge uma necessidade e não é um ponto estático para cada indivíduo. ”

Insira o AMP suas páginas de destino locais.

Frederick Vallaeys escreveu uma grande parte sobre isso com alguns estudos de caso, perguntas e respostas com um representante do Google e dicas para começar. Se você está vendendo on-line, depende da receita de anúncios ou direciona o tráfego para lojas reais, verá que as dicas de AMP dele são úteis.

Priorize seus esforços de AMP.

O AMP melhora a experiência do usuário móvel ao reduzir o peso das páginas HTML por meio da higiene superior do código e do cache de AMP. Essencialmente, a marcação AMP permite que você forneça uma versão separada de uma página otimizada para entrega rápida em dispositivos móveis. O Google hospeda arquivos AMP em sua própria rede de entrega de conteúdo (CDN), de modo que o conteúdo se comporta como se estivesse carregando o cache do navegador em vez de um servidor remoto. Mesmo assim, não é necessariamente necessário em todo o site.

Audite seu domínio em busca de erros no site.

Fique atento a tempos de carregamento lento e tags noindex e use o tempo médio na página e as taxas de rejeição para entender melhor como os usuários interagem com seu conteúdo.

Visual

O número de miniaturas de imagens exibidas nos resultados de pesquisa para dispositivos móveis do Google aumentou drasticamente recentemente. O Google continua a investir na pesquisa visual. Recentemente, o Google anunciou que está tornando o conteúdo visual mais útil na pesquisa, “ajudando as pessoas a encontrar informações com mais facilidade e facilitando a busca das pessoas com as quais o Google Imagens oferece ajuda”. Entre essas últimas atualizações:

  • Agora, as histórias de AMP serão exibidas no Imagens do Google e no Discover, além de pesquisas e notícias.
  • O Google está começando a usar a inteligência artificial para construir de forma inteligente histórias AMP e exibir esse conteúdo na Pesquisa.
  • Os usuários agora podem visualizar visualmente os tópicos com Vídeos em destaque na Pesquisa
  • O algoritmo das Imagens do Google foi “revisado” no último ano para classificar os resultados com ótimas imagens e ótimo conteúdo na página. A autoridade de página e o frescor de conteúdo são dois sinais de classificação com peso substancial nesse algoritmo.
  • O Imagens do Google mostrará mais contexto em torno das imagens, incluindo legendas que mostram aos usuários o título da página da Web em que cada imagem é publicada.
  • O Google Lens está sendo incorporado ao Google Images para ajudar os usuários a explorar e aprender mais sobre o conteúdo visual que encontram durante as pesquisas de imagens.

Tudo faz parte do ambicioso e recém-publicado outlook de pesquisa de 20 anos do Google, que, como você deve ter adivinhado, depende muito da IA. (Leia esse artigo do Google VP of Search, Ben Gomes.)

O que você pode fazer para aumentar o desempenho da pesquisa visual, de olho no celular?

Concentre-se nos dados que dizem aos pesquisadores e aos mecanismos de pesquisa sobre o que são suas imagens.

Otimize rótulos de imagens, dados, tags e descritores para ajudar o Google a indexar melhor gráficos e imagens.
Escolha as imagens com cuidado. Preste atenção à qualidade da imagem, velocidade de carregamento, visibilidade, contexto, autenticidade e apelo visual geral da imagem.

Esteja ciente do posicionamento da imagem.

Este último comunicado do Google afirma: “Agora, priorizamos sites em que a imagem é central para a página e mais acima na página”.

Use vídeos e imagens para produtos.

De acordo com o Google, “Usando a visão computacional, agora podemos entender profundamente o conteúdo de um vídeo e ajudá-lo a encontrar rapidamente as informações mais úteis em uma nova experiência chamada de vídeos em destaque”.

Familiarize-se com as histórias da AMP.

Esta é uma ótima oportunidade para as marcas pioneiras adotarem a inovação do Google aqui e ganhar visibilidade em SERPs competitivas.

Pesquisa por voz

A prevalência de assistentes ativados por voz e a tendência de os pesquisadores usarem voz para consultas móveis deram origem a dois tipos distintos e lucrativos de “posição zero”.

A primeira é por meio de uma resposta direta no topo das SERPs, o que eclipse não pode ser apenas os resultados orgânicos, mas também os anúncios. O Google escolhe um recurso que melhor atenda à consulta do usuário em poucas frases ou único parágrafo e fornece o posicionamento de página mais proeminente.

O segundo tipo de “posição zero” é o único resultado que retorna em uma consulta de voz para um assistente digital. Claro que, sem interface visual, não há outros links azuis para clicar ou vídeos ou imagens para folhear.

No entanto, os compradores não estão satisfeitos com a pesquisa por voz, por si só. De acordo com um relatório da Slyce.it, 74% dos compradores relatam que a busca somente por texto é insuficiente para encontrar os produtos que eles querem.

Como você pode aumentar a visibilidade da sua voz e oferecer uma experiência de usuário mais satisfatória para os pesquisadores de voz?

Preste atenção à estrutura e arquitetura do site.

Se você tiver URLs separados para computadores e dispositivos móveis, verifique se todo o conteúdo da área de trabalho é mapeado de um para um para seus URLs para dispositivos móveis.

Estrutura de conteúdo para consultas verbais.

As pesquisas por voz tendem a usar frases completas e linguagem natural, em oposição a pesquisas de texto mais curtas e focadas em palavras-chave. As consultas de voz também podem ser mais específicas e contextuais, o que exige um método diferente de estruturação de conteúdo. O Google recomenda: “Para obter ótimas experiências de usuário de áudio, recomendamos de 20 a 30 segundos de conteúdo por seção de dados estruturados palestrantes ou de aproximadamente duas ou três frases”.

Espelhe o estilo de perguntas e respostas pelo qual os resultados de voz são entregues.

Qual é a pergunta que o seu conteúdo responde para os pesquisadores? Inclua isso em seu título ou subtítulos para aumentar as chances de o Google escolher sua resposta como a mais relevante.

Aplique as práticas recomendadas do Google em dados estruturados que podem ser falados.

Por exemplo, use títulos concisos e/ou resumos que forneçam aos usuários informações compreensíveis e úteis. Leia mais sobre isso.

Lista de verificação do RE-AMP

  1. Avalie a prontidão de dispositivos móveis do seu site para velocidade e usabilidade.
  2. Rastreie e mapeie a classificação móvel por dispositivo.
  3. Verifique sua participação em dispositivos móveis e saiba que você pode ter concorrentes diferentes nas SERPs para dispositivos móveis e nas SERPs para computadores
  4. Acompanhe a visibilidade de AMP em palavras-chave importantes e prepare-se para migrar o conteúdo e as páginas à medida que você vê maior utilização de AMP.
  5. Configure seu acompanhamento para pesquisa local e pesquisa por voz.

AMP é apenas a ponta do iceberg móvel e as recentes mudanças e novidades significam que todos vocês devem priorizar a adequação do mobile às estratégias de busca, conteúdo e marketing digital.

 

Fonte: Search Engine Land 

]]>
https://viviremarketing.com.br/a-renovacao-das-positivos-moveis/feed/ 0
Por que empresas B2B precisam investir em pesquisa de marketing de conteúdo https://viviremarketing.com.br/por-que-empresas-b2b-precisam-investir-em-pesquisa-de-marketing-de-conteudo/ https://viviremarketing.com.br/por-que-empresas-b2b-precisam-investir-em-pesquisa-de-marketing-de-conteudo/#respond Mon, 05 Nov 2018 14:38:38 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16221 As empresas que comercializam seus produtos para outras empresas (as chamadas business-to-business ou B2B) investem cada vez mais em iniciativas de marketing de conteúdo. Desde a criação de uma série de whitepapers para ajudar a orientar o público por meio de processos de compra complexos até a criação de experiências de áudio inovadoras que os compradores podem ouvir em qualquer lugar, o cenário atual de marketing de conteúdo B2B é mais complexo do que nunca. Uma das fontes mais importantes de complexidade no processo de marketing de conteúdo é entender as necessidades do público. A pedra angular de uma estratégia eficaz de marketing B2B é investir em pesquisa de marketing focada em conteúdo. Se você ainda não começou a desenvolver sua estratégia de pesquisa de marketing, veja algumas dicas para ajudar você a aproveitar ao máximo seus esforços de conteúdo.

Defina suas personas de comprador

A realidade da maioria dos processos de compra B2B é que eles envolvem várias partes interessadas. Indivíduos de unidades de negócios, equipe executiva, finanças, tecnologia e outros departamentos têm diferentes perspectivas sobre compras significativas em B2B. Muitas empresas possuem departamentos de compras que adicionam outra camada de complexidade ao processo. Melhore a eficácia do seu conteúdo dedicando tempo a compreender quem, nas empresas dos seus clientes, participa no processo de compra. A partir daí, reserve um tempo para descrever suas diferentes perspectivas. Por exemplo, um CFO se preocupará com a relação custo-benefício e o retorno sobre o investimento, enquanto uma parte interessada em tecnologia estará analisando questões de segurança cibernética e compatibilidade de sistemas. Realisticamente, abordar essas diferentes preocupações dentro do seu processo de marketing requer uma abordagem estratégica à sua criação de conteúdo.

Mergulhe no formato

Outro fator a ser considerado é o formato para publicar seu conteúdo. Para os profissionais de marketing interessados ​​em contar histórias complexas ou criar uma variedade de conteúdo para ajudar os compradores durante a jornada, a boa notícia é que nunca houve tantas opções do que se há hoje. No entanto, nem todos os formatos são adequados para sua marca ou para todos os tipos de conteúdo. É importante considerar seu mercado, como eles consomem informações e onde estão seus pontos fortes como marca. Realize pesquisas de mercado para entender como os compradores em potencial desejam consumir suas informações e, em seguida, tome as medidas necessárias para experimentar esses formatos.

Aprofunde seus tópicos

Dentro do contexto do seu negócio, há possibilidades quase infinitas para os tópicos que você pode cobrir. Por exemplo, um sistema de software de recursos humanos poderia se concentrar no fornecimento de talentos, no processo de entrevista ou em como fazer uma ótima contratação. Ao conduzir uma pesquisa de mercado, você pode se concentrar nos tópicos mais importantes para seu público e ajudar a garantir que seu conteúdo tenha um bom desempenho no mercado.

O marketing de conteúdo tem ajudado empresas B2B a cultivar canais inteiramente novos para se comunicar com seus públicos. Ao investir em pesquisa de mercado no início do processo, você terá mais sucesso em direcionar seus esforços de conteúdo para as necessidades reais do comprador.

Fonte: Marketing Daily Advisor

]]>
https://viviremarketing.com.br/por-que-empresas-b2b-precisam-investir-em-pesquisa-de-marketing-de-conteudo/feed/ 0
Alibaba usou dados dos compradores para inventar uma barra de Snickers picante https://viviremarketing.com.br/alibaba-usou-dados-dos-compradores-para-inventar-uma-barra-de-snickers-picante/ https://viviremarketing.com.br/alibaba-usou-dados-dos-compradores-para-inventar-uma-barra-de-snickers-picante/#respond Mon, 05 Nov 2018 04:25:09 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16214 Marcas gastam centenas de milhões de dólares a cada ano tentando descobrir o que os consumidores querem. Agora, o Alibaba está oferecendo ajuda, coletando os dados das legiões de pessoas que estão comprando, pesquisando e compartilhando em suas diversas plataformas e fornecendo-as a empresas ansiosas para criar produtos que possam ressoar com os consumidores chineses.

Nos últimos meses, o Alibaba ajudou a Mars Inc. a criar uma barra de chocolate e deu dados valiosos à Unilever NV para uma nova linha de cosméticos para combate à poluição; em seguida, o gigante do comércio eletrônico aconselhou as duas empresas a comercializar os produtos. Tudo faz parte da estratégia “New Manufacturing” do presidente executivo Jack Ma, que ele espera que ajude a definir o futuro da economia chinesa e a consolidar o lugar da Alibaba nela.

“Ninguém mais tem esse ecossistema em que um player tem todas as peças juntas e pode montar um único perfil de você”, diz Ken Leaver, especialista no setor de comércio eletrônico. “O Alibaba tem a capacidade de usar isso para obter sua base de vendedores para criar seu produto, que é um santo graal no e-commerce”.

É útil pensar no Alibaba Group Holding Ltd. como Google, Netflix e Amazon, tudo em um – e algo mais. O gigante chinês opera a maior plataforma de e-commerce do mundo, com 600 milhões de usuários ativos mensais e o maior negócio de anúncios on-line do país, e hospeda uma plataforma de transações financeiras chamada Alipay. Sua também controla as versões chinesas do YouTube e Netflix (Youku) e até mesmo uma rede de supermercados e franquias de lojas de departamento. O domínio do Alipay nos sistemas de pagamento móvel e no software de varejo da Alibaba também significa que ele pode rastrear o comportamento do consumidor off-line em locais como o de varejo de tijolo e argamassa.

O braço de pesquisa de mercado da Alibaba, o Tmall Innovation Center, pode analisar os dados e mostrar às empresas o que os consumidores chineses estão procurando, mas não conseguem encontrar. “Podemos ver onde há espaços em branco e necessidades não atendidas no mercado”, diz Duan Ling, diretor de marketing de marca da Tmall, que dirige o centro de inovação. O Alibaba também pode testar produtos nos feeds de notícias e resultados de pesquisa dos consumidores, com base em seus perfis e comportamento de compra em tempo real. É como o maior grupo de foco do mundo.

Por enquanto, o Alibaba é capaz de coletar dados de usuários com relativa impunidade porque a privacidade é um problema menor na China do que em outros lugares. Embora os dados sejam anônimos, os usuários não podem desistir se quiserem usar as plataformas da empresa e concordarem com os termos e condições, da mesma forma que as pessoas que usam o Facebook ou a Amazon. Ainda assim, os consumidores chineses estão começando a despertar – e até se ressentem – da onipresença do Alibaba.

“O boom da Internet chegou à China mais tarde, mas os consumidores chineses adotaram-na em um ritmo mais rápido do que qualquer outro”, diz Pedro Yip, sócio de varejo e bens de consumo da consultoria Oliver Wyman. “Isso significa que a consciência das questões de privacidade digital está apenas agora começando a crescer”.

O domínio do Alibaba também está fazendo com que algumas empresas de produtos de consumo parem. No início deste ano, a Associated Press relatou queixas de cinco grandes marcas de que o Alibaba tornou mais difícil encontrar suas vitrines on-line depois que elas se recusaram a assinar parcerias exclusivas. Tanto a Unilever quanto a Mars dizem que o Alibaba não insistiu que eles parassem com a rival JD.com. Um porta-voz da Alibaba diz que a empresa dá às marcas “total autonomia” para escolher sua plataforma de distribuição.

purifi da Unilever

No início deste ano, os pesquisadores de dados do Alibaba notaram uma demanda crescente de moradores urbanos por produtos de cuidados pessoais de combate à poluição e “limpeza profunda”. Algumas marcas premium já vendiam limpadores e xampus projetados para remover poluentes, mas não havia muitas opções de preço médio.

A Unilever agiu com base nessa percepção e criou uma linha de produtos antipoluição acessíveis, começando com um limpador de pele. Seus pesquisadores e designers desenvolveram 48 protótipos diferentes dos limpadores em diferentes faixas de preço.

Estes foram mostrados aos usuários, como jovens mães, nos shoppings on-line Taobao e Tmall da Alibaba. Quando alguém tentava comprar um protótipo, uma mensagem pop-up informava que estava participando de um exercício de teste do consumidor e ofereceu-lhe um cupom para participar.

No mês passado, a Unilever lançou a linha Purifi, começando com um limpador de pele baseado nas decisões de compra de dezenas de milhares de jovens mães. Um gel de banho, lenços e máscaras faciais seguirão. Todo o processo de concepção, design e testes levou a Unilever apenas 6 meses com a ajuda da Alibaba, desde os usuais 18 meses a dois anos para um novo produto, afirma a diretora de dados e desenvolvimento digital da gigante de produtos de consumo Susan Ren.

“Alibaba nos dá um ambiente real para testar novos produtos”, diz ela. “Como os consumidores não têm ideia de que estão participando de uma pesquisa ou estudo, suas reações e decisões de compra são reais. Isso torna o feedback real, o que é uma enorme vantagem em um setor onde a inovação de produtos é essencial, mas dispendiosa e arriscada ”.

Os dados do Alibaba também traziam revelações para a Mars. Acontece que as mesmas pessoas que compram muito chocolate também gostam de petiscos picantes. Isso levou à criação da barra de chocolate Spicy Snickers, que incorpora a pimenta de Sichuan, fonte do famoso sabor “mala” (insensível e picante) da China. Normalmente, a Mars gasta de dois a três anos desenvolvendo um novo produto; os Snickers Spicy veio em menos de um. Ainda melhor, o lançamento ajudou a divisão da China a atingir sua meta de ter novos produtos responsáveis ​​por mais de 10% da receita, diz Ian Burton, presidente da Mars Wrigley Confectionery na China.

“A antiga tradição é que 90 por cento da inovação falha”, diz Burton. “Isso nos ajuda a reduzir a taxa de falha.”

snickers spicy

Burton também diz que a coleta de dados entre plataformas do Alibaba retira parte do trabalho de adivinhação do marketing. Como uma grande quantidade de compras sempre acontecerá offline, a empresa está usando o Alipay e seu software de gerenciamento de varejo, Ling Shou Tong, para descobrir insights do mundo físico.

“Acredito que dentro de 12 meses poderemos ver não apenas pelo consumidor, mas pelo tipo de loja e localização, qual é o mix de produtos perfeito para qualquer loja a ser armazenada”, diz Burton. “Este não é um nível de percepção do consumidor que podemos obter em qualquer outro lugar, porque não existe em nenhum outro lugar.”

É claro que todos os insights do consumidor no mundo não garantem um blockbuster. Os produtos de consumo que mudaram o mundo são muitas vezes o resultado da intuição. “Ninguém disse a Steve Jobs que eles precisam de um iPhone”, diz Yip. “Os consumidores só podem dizer seus problemas e necessidades, mas você ainda precisa de criatividade.”

– Com a ajuda de Rachel Chang

 

Fonte: Bloomberg

]]>
https://viviremarketing.com.br/alibaba-usou-dados-dos-compradores-para-inventar-uma-barra-de-snickers-picante/feed/ 0
Novas maneiras de comprar no Pinterest https://viviremarketing.com.br/novas-maneiras-de-comprar-no-pinterest/ https://viviremarketing.com.br/novas-maneiras-de-comprar-no-pinterest/#respond Mon, 05 Nov 2018 01:18:43 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16206 Quando vir algo no Pinterest que você gostaria de adquirir, você poderá comprá-lo, ou algo parecido, que corresponda ao seu estilo único. Essa é a nossa visão para fazer compras com o Pinterest.

As pessoas sempre usaram o Pinterest para fazer compras. Como tudo é visual, é fácil identificar as coisas que correspondem aos seus gostos únicos, um novo estilo para vestir ou uma nova maneira de enfeitar sua casa, mesmo quando você não tem palavras para descrever o que está procurando.

Depois de encontrar algo que você gostaria de comprar, basta clicar no website do varejista para fazer sua compra.

Com o Shop the Look, você pode até encontrar onde comprar itens individuais dentro de um Pin. Ou você pode usar a câmera Lente para procurar visualmente por itens que você vê no mundo. E agora estamos apresentando ainda mais maneiras de comprar no Pinterest.

Apresentando novos pins de produtos e recomendações de compras

Hoje disponibilizamos centenas de milhões de Pins com informações atualizadas sobre preços e ações, com links que vão diretamente para a página de check-out no site do varejista, onde você pode comprar com apenas alguns cliques. Basta procurar o novo ícone de etiqueta de compra e você saberá que está em estoque. E agora, uma nova seção de recomendações de compras pode ser encontrada abaixo dos Pins de estilo e início, para que você possa procurar itens semelhantes em várias marcas.

Com os Pins de Produtos mais detectáveis ​​em feeds domésticos e nos resultados de pesquisa, o Pinterest como um todo tornou-se marcadamente mais comercializável para suas necessidades exclusivas. Agora que os Pins de produto estão integrados em todo o Pinterest e em novas seções de compras, eles substituirão o antigo formato de Pin comprável. No último trimestre, desde que começamos a testar esses recursos de compras, os cliques em produtos para sites de varejo aumentaram em 40%.

Agora, na moda feminina e nos Pins de decoração para casa, você pode procurar mais itens em estoque inspirados no Pin original na nova seção de recomendações de compras. Clicar para saber mais na seção levará você a um feed de compras cheio de estilos semelhantes, tudo em estoque.

Também estamos introduzindo um novo atalho para compras, para que você possa comprar diretamente do seu feed, implementando o iOS nos EUA hoje e em breve no aplicativo para Android. Basta manter pressionado qualquer PIN de Casa ou Estilo e clicar na tag de compras para mergulhar imediatamente em um feed de compras com produtos em estoque e produtos relacionados para esse PIN, de várias marcas.

Shortcut

Pinterest é como seu estilista pessoal. Podemos fornecer recomendações de produtos para comprar com base no seu gosto único e tendências, além de mostrar uma série de ideias visuais.

Os novos pins de produto estão sendo lançados globalmente em aplicativos móveis e no Pinterest.com. A seção de recomendações de compras está disponível nos EUA e será exibida globalmente no futuro.

 

Fonte: Pinterest.com

]]>
https://viviremarketing.com.br/novas-maneiras-de-comprar-no-pinterest/feed/ 0
Walmart testará nova tecnologia de varejo no laboratório de inovação do Sam’s Club em Dallas https://viviremarketing.com.br/walmart-testara-nova-tecnologia-de-varejo-no-laboratorio-de-inovacao-do-sams-club-em-dallas/ https://viviremarketing.com.br/walmart-testara-nova-tecnologia-de-varejo-no-laboratorio-de-inovacao-do-sams-club-em-dallas/#respond Sun, 04 Nov 2018 14:49:45 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16194 O Walmart Inc. buscará “definir o futuro do varejo” em um laboratório de inovação para a unidade do Sam’s Club que deve ser inaugurada em breve em Dallas.

Os membros do Sam’s Club usarão um aplicativo de smartphone para agilizar sua experiência de compra na nova loja Sam’s Club Now, anunciada segunda-feira no Walmart, usando tecnologias como machine learning para compilar listas de compras inteligentes e realidade aumentada para “dar vida aos itens” .

Sam's club now

“Usaremos todas as tecnologias disponíveis – incluindo visão computacional, realidade aumentada, aprendizado de máquina, inteligência artificial, robótica, só para citar algumas – para redefinir a experiência de varejo”, disse Jamie Iannone, CEO da SamsClub.com e vice-presidente executivo. de adesão e tecnologia, em uma declaração

O local de 32 mil metros quadrados terá apenas cerca de um quarto do tamanho de uma loja típica do Sam’s Club, que, segundo o Walmart, terá o tamanho ideal para testar novas tecnologias. As compras na loja girarão em torno do aplicativo Scan & Go existente do Sam’s Club, que permite que os clientes digitalizem itens enquanto fazem compras, paguem com seus telefones e pule a linha de check-out.

Além disso, os rótulos das prateleiras eletrônicas atualizam automaticamente os preços e, por fim, mais de 700 câmeras na loja serão usadas para monitorar o inventário e otimizar o layout da loja.

“É onde vamos incubar, testar e refinar as tecnologias para ajudar a definir o futuro do varejo”, disse Iannone.

Os planos para o laboratório de inovação foram anunciados pela primeira vez em junho, e embora a data de abertura do Sam’s Club Now não tenha sido anunciada na segunda-feira, a empresa disse que estava “muito perto da inauguração”.

No início deste mês, o Walmart cortou sua perspectiva de lucro para o ano fiscal, e disse em seu recente relatório de lucros que está procurando realocar capital para modernizar suas operações, incluindo tecnologia e comércio eletrônico.

Sam's club imagem conceitual

O foco do Walmart na tecnologia vem quando a Amazon.com Inc. está se preparando para abrir milhares de lojas sem caixa da Amazon Go em todo o país nos próximos anos, potencialmente abalando ainda mais o setor de varejo.

As ações do Walmart estão em um ano praticamente estável, até mesmo com o Dow Jones Industrial Average do qual é um componente.

 

Fonte: MarketWatch

]]>
https://viviremarketing.com.br/walmart-testara-nova-tecnologia-de-varejo-no-laboratorio-de-inovacao-do-sams-club-em-dallas/feed/ 0
3 Hacks para Instagram que todo mercadólogo precisa saber https://viviremarketing.com.br/3-hacks-para-instagram-que-todo-mercadologo-precisa-saber/ https://viviremarketing.com.br/3-hacks-para-instagram-que-todo-mercadologo-precisa-saber/#respond Sun, 04 Nov 2018 14:01:37 +0000 https://viviremarketing.com.br/?p=16136

Há mais no popular aplicativo de compartilhamento de fotos do que parece.

A importância do Instagram para empresas não é novidade. Mas há alguns hacks que podem elevar a experiência da sua plataforma e torná-la ainda mais poderosa para atrair novos clientes. Aqui estão três hackers do Instagram que os profissionais de marketing precisam saber para aumentar o número de seguidores, encontrar novos seguidores e converter navegadores em compradores.

  1. Forneça vários links.

    O Instagram não permite links em legendas. Se você é uma conta comercial com mais de 10.000 seguidores ou uma conta verificada, é possível utilizar o recurso Deslizar para cima nas histórias, mas se você não tiver esse recurso, ainda existem maneiras de obter links para seus clientes. Há também momentos em que você deseja fornecer mais de um link. O Instagram está reprimindo aplicativos como o Linktree, que permitem que você coloque vários links em seu link bio, mas há outra maneira de contornar a falta de links. Faça com que uma parte de sua página seja especificamente dedicada aos links do Instagram (JohnSmith.com/Instagram) e que seja o seu link bio. Quando os seguidores clicam, eles veem vários links para as coisas que você mencionou na plataforma.

  2. Responda às suas DMs frequentemente para miniconversões.

    O Instagram fornece uma pasta para mensagens diretas que eles acham que você está interessado e um para mensagens que eles acham que você não está interessado, como aqueles de pessoas que você não está seguindo. A pasta está no canto superior direito da sua página de mensagens diretas. Respondendo a seus Mestres “sem interesse”, você ficará surpreso com quantas miniconversões você pode fazer. Em vez de usar o recurso de deslizar para um guia gratuito, por exemplo, fale sobre o guia e peça aos seguidores que o ajudem, se quiserem. Dessa forma, você pode ter uma interação mais personalizada e responder a quaisquer perguntas que seus seguidores possam ter.

  3. Adicione legendas às suas histórias do Instagram.

    A maioria dos usuários assiste as histórias do Instagram no modo silencioso. Isso significa que se você está filmando uma história com uma cabeça falante, eles realmente não sabem o que você está dizendo. Ao fornecer legendas resumidas, você pode manter os seguidores engajados e ajudar a evitar que eles sejam rapidamente ignorados. Além disso, com histórias faladas, é bom ter algum tipo de início, meio e fim para criar uma história em vez de anúncios aleatórios de conversação. Você está tentando usar a plataforma para formar um relacionamento com os seguidores, então peça a eles que respondam em um DM com seus pensamentos ou opiniões, em vez de apenas falar com eles.

Fonte:Marketing Daily Advisor

]]>
https://viviremarketing.com.br/3-hacks-para-instagram-que-todo-mercadologo-precisa-saber/feed/ 0